Sindicato dos Metalúrgicos do ABC vai aos EUA falar com direção mundial da Ford

Por Metro ABC

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC disse que será recebido pela direção mundial da Ford, em Dearborn, Michigan (EUA), para discutir o futuro da fábrica de São Bernardo. A data do encontro deve ser definida nos próximos dias.

Leia mais:
Governo se mobiliza para a venda da fábrica da Ford para outra empresa do setor
Metalúrgicos da Ford entram em greve após anúncio de fim de fábrica

O presidente da entidade, Wagner Santana, afirmou ontem ainda acreditar na reversão da decisão da empresa. Ele reclamou de ter sido excluído da reunião com o governador João Doria.

“Desde que fomos surpreendidos pela decisão de fechamento, todos os nossos esforços têm sido realizados focando a reversão desse processo e a manutenção da fábrica, com seus 4,2 mil trabalhadores [incluindo terceirizados], mais quase 25 mil na cadeia produtiva. Vamos à matriz discutir com a direção mundial, conversamos com prefeito da cidade. Teríamos conversado com o governador na manhã de hoje [ontem], se ele tivesse convidado a representação dos trabalhadores para participar, já que a pauta envolvia o futuro de milhares de metalúrgicos”, afirmou.

Doria disse durante coletiva de imprensa que não era hora da participação do sindicato. “Primeiro precisávamos ter o diagnóstico correto para saber em que campo a nossa conversa correria, em que nível e em que perspectiva. Oportunamente, o sindicato será convidado.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo