Governo se mobiliza para a venda da fábrica da Ford para outra empresa do setor

Por Vanessa Selicani/Metro ABC

Sem sucesso em convencer a Ford a continuar em São Bernardo, governos Estadual e municipal anunciaram nesta quinta-feira (21) mobilização conjunta para tentar vender a fábrica localizado no Rudge Ramos para outra empresa do setor. O governador João Doria (PSDB) disse que a expectativa é um novo investidor que mantenha os trabalhadores. “Objetivo da reunião foi a preservação de empregos. Nossa prioridade é manutenção e geração de vagas. A Solução clara agora é a venda. Não há como mudar a decisão global[da Ford]”, afirmou.

Leia mais:
Metalúrgicos da Ford entram em greve após anúncio de fim de fábrica
Ford anuncia fechamento de fábrica em São Bernardo

A montadora norte-americana, que anunciou a saída da cidade na terça-feira (19), já havia tentado vender a planta, mas sem sucesso. Doria disse acreditar que o cenário agora é mais propício. “Com novo governo e o setor se recuperando, é diferente do cenário que a Ford tentou a venda.”

A reunião nesta quinta-feira contou com a presença do presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters, do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), e do secretário da Fazenda e Planejamento do estado, Henrique Meirelles.

Doria informou que a empresa garantiu a manutenção da fábrica em Taubaté e Tatuí, no interior, e Barueri, na Grande São Paulo, que empregam cerca de 3 mil. Em São Bernardo, o governador disse que serão preservados 1.200 empregos na área administrativa. Mas haverá o desligamento da Ford dos cerca de 1.600 metalúrgicos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo