USP lança aplicativo para combater violência no trote

Por Metro Jornal

Começou ontem a semana de recepção aos calouros da USP (Universidade de São Paulo). A fim de combater trotes violentos por parte dos veteranos, a reitoria lançou um aplicativo de celular que permite fazer denúncias e enviar vídeos dos atos agressivos ou degradantes. O app, disponível para iOS e Android, complementa o programa Disque-Trote, canal de denúncia para as vítimas. Os trotes são proibidos na universidade desde 1999.

Entidades estudantis responsáveis pelas atividades de recepção dentro das unidades da USP afirmaram que aprovam a iniciativa da reitoria e que buscam ajudar no combate à violência nos trotes e no acolhimento dos calouros. Diretora do Grêmio Politécnico, da Escola Politécnica, Luiza Velloso conta que “dentro da entidade tem uma comissão anti-opressão, que lida com os atos e relatos de violência.  Essa comissão organiza um grupo que fica disponível e observando a festa da matrícula para impedir atos violentos e receber denúncias”.

Presidente da Associação Acadêmica Atlética Oswaldo Cruz, da Faculdade de Medicina, Isabela Argollo diz que a semana de recepção é livre de qualquer atividade relacionada ao trote.

“A diretoria da atlética se mantém identificada e está presente nos eventos apenas para acolher e atender às demandas dos calouros, sem participar efetivamente das festas e comemorações”, disse.   

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo