Com transferência de Marcola, Sérgio Moro autoriza uso da Força Nacional em Rondônia

Por Estadão Conteúdo

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou nesta terça-feira, 19, o emprego da Força Nacional em apoio ao Estado de Rondônia. Em portaria publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, Moro autoriza o emprego da Força "nas atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em apoio aos órgãos de segurança pública do Estado de Rondônia, em caráter episódico e planejado, pelo período de 15 (quinze) dias". Esse prazo poderá ser prorrogado, se necessário.

Leia mais:
Operação da PM na Penha, RJ, tem tiros e barricadas no começo da manhã
Moro leva pacote Anticrime ao Congresso; criminalização do caixa 2 é apresentada ‘a parte’

A decisão ocorre após a transferência do presídio de Presidente Venceslau (SP) para unidades federais de Mossoró (RN), Porto Velho (RO) e Brasília de integrantes da cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC), incluindo o líder do grupo, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. Na ocasião, o governo já havia autorizado o uso das Forças Armadas em Mossoró (RN) e Porto Velho (RO) para garantir a segurança dos presídios.

Segundo a Portaria agora publicada, o contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo