Segunda opção democrata em 2016, Bernie Sanders concorrerá à presidência em 2020

Por Metro Jornal

O senador estadunidense Bernie Sanders, uma das maiores apostas dos Democratas para as eleições de 2016, anunciou nesta terça-feira (19) que será candidato à presidência em 2020.

Na última corrida presidencial, Sanders foi o segundo candidato mais votado do partido Democrata, ficando atrás de Hilary Clinton – que perdeu a eleição para Donald Trump.

LEIA MAIS:
Operação da PM na Penha, RJ, tem tiros e barricadas no começo da manhã

Tido como uma "saída à esquerda" para os Estados Unidos, Sanders é preferido das alas mais progressistas do partido Democrata. Mesmo após perder a nomeação para Clinton, o senador de 77 anos ajudou a influenciar o posicionamento mais liberal tomado pelo partido durante os anos seguintes.

A candidatura de Sanders vem em um momento muito distinto da corrida de 2016, quando ele era um dos únicos candidatos que se destacavam em suas posições mais alinhadas aos direitos humanos, justiça social e ideais de esquerda. O político se auto-descreve como um "socialista democrático".

Hoje, o partido Democrata já teve diversos potenciais candidatos anunciando seu interesse em concorrer, e entre eles tais posições é comum, e ainda mais acentuados. É um cenário diferente para Sanders, porém o senador, que obteve 13 milhões de votos nas últimas eleições, continua sendo um nome forte para os democratas.

Enquanto isso, o atual presidente Donald Trump já deu início à sua campanha para reeleição em 2020, com um comício na cidade fronteiriça de El Paso.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo