Etanol segue mais vantajoso que a gasolina; entenda cálculo

Por Estadão Conteúdo

A relação entre o preço do etanol e o da gasolina diminuiu entre a primeira semana e a segunda de fevereiro, informou nesta segunda-feira, 18, o economista da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) Moacir Yabiku. No período, a equivalência cedeu para 64,48% ante 65,95% na medição anterior. Na mesma semana de 2018, a relação estava em 72,41%.

Especialistas apontam que o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor da gasolina.

Leia mais:
IPVA 2019: Pagamento integral ou segunda parcela para placa final 6 vence nesta segunda
PIS: abono salarial com ano-base 2017 começa a ser pago aos nascidos em março e abril

A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do motor a etanol é de 70% do poder dos motores a gasolina. Entre 70% e 70,50%, é considerada indiferente a utilização de gasolina ou etanol no tanque.

O Índice de Preços ao Consumidor da Fipe (IPC-Fipe) verificou queda de 2,11% do etanol na segunda quadrissemana de fevereiro, após retração de 1,84% na leitura anterior, enquanto a gasolina cedeu 2,70% no período ante queda de 11,74%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo