Separe a papelada para declarar o Imposto de Renda de 2019

Por Metro Jornal

A temporada de acerto de contas com o Leão deve começar dentro de duas semanas, no início de março. Para quem pensa em entregar a declaração do Imposto de Renda 2019 no início, é importante já organizar os documentos.

No ano passado, a Receita Federal antecipou duas novidades para declaração de 2019. Uma delas é que se torna obrigatório informar o CPF de todos os dependentes. Em 2018, o CPF passou a ser necessário para dependentes a partir de 8 anos.

Também será obrigatório informar endereço, número de matrícula, IPTU e data de aquisição de imóveis, além do Renavam de veículos.

Leia mais:
Após tragédia de Brumadinho, governo determina fim das barragens com danos em potencial
Coautor de livro do PCC fala sobre transferência de líderes presos: ‘medida de pronto-socorro’

“Quanto antes o contribuinte levantar e solicitar os documentos junto a bancos, médicos e escolas, por exemplo, menos chances terá de esquecer informações ou cometer erros no preenchimento”, orienta Andréa Nicolini, coordenadora tributária da Sage Brasil.

Um exemplo são as informações de resgates de previdência que em geral ocorrem ao logo do ano e o contribuinte esquece de declarar. Ou ainda ficam faltando documento e informação sobre rendimentos de dependentes.

Quem enviar a declaração no início do prazo também recebe mais cedo a restituição caso tenha direito a ela. Os valores começam a ser pagos em junho de cada ano e seguem até dezembro. Se o contribuinte não apresentar todas as informações, pode cair na malha fiscal.

art IR 2019

Como tirar CPF

Onde obter a inscrição do Cadastro de Pessoa Física:

  • Banco do Brasil, Caixa ou Correios.
    De segunda a sexta-feira.
    Preço: R$ 7. Documentos necessários (original ou cópia autenticada): RG ou certidão de nascimento, título de eleitor (entre 18 e 69 anos) e documento de um dos pais ou do responsável legal (no caso de menor de idade).
  • Entidades conveniadas.
    A consulta pode ser feita no site receita.economia.gov.br.
    Grátis.
    Documentos necessários (original ou cópia autenticada): RG ou certidão de nascimento, título de eleitor (entre 18 e 69 anos) e documento de um dos pais ou do responsável legal (no caso de menor de idade).
  • Site da Receita.
    No site receita.economia.gov.br.
    Grátis.
    Somente para brasileiros entre 16 anos e 25 anos com título de eleitor.
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo