Prefeitura restringe uso dos centros de treinamento para clubes paulistas

Por Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo restringiu o uso de Centro de Treinamentos como dormitórios e alojamentos para os clubes na capital paulista. Na tarde desta quarta-feira (13) ocorrerá uma reunião na sede da secretaria de Esportes com representantes de seis clubes com sede na cidade.

São eles: São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Juventus e Nacional. O objetivo da ação é que todos prestem esclarecimentos sobre a situação dos alojamentos para as categorias de base.

Em nota, a administração municipal afirmou que “decidiu pela suspensão imediata do funcionamento dos locais que não tenham licença de funcionamento ou que não estejam em conformidade com as normas vigentes de segurança". Dessa forma, a reunião vai servir para definir um "cronograma de providências a serem tomadas para regularizar a situação dos alojamentos e dormitórios", como termina o comunicado.

Leia mais:
Flamengo assume responsabilidade pelo incêndio e vai indenizar famíliias
Queda de barreira bloqueia rodovia Cônego Domênico Rangoni

A secretaria de Subprefeituras informou ainda que vai enviar uma equipe de engenheiros especializados em segurança para vistoriar os CTs. A iniciativa da Prefeitura acontece depois do Ministério Público de São Paulo ter aberto na última terça-feira (12) uma investigação sobre a situação dos alojamentos.

O São Paulo, por exemplo, que joga hoje contra o Talleres, já sentiu o efeito desta medida. Os atletas foram redirecionados para o Centro de Formação de Jogadores do clube, em Cotia, na região metropolitana. Como é outra cidade, não tem motivo para qualquer impedimento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo