Pré-Carnaval sem licença dá confusão e pode voltar na Vila Madalena

Vila Madalena. ‘Rolê’ foi organizado em uma rede social e segundo prefeitura, não tinha autorização para acontecer. Rua do bairro foi fechada e comerciante teve prejuízo

Por Metro Jornal

Chamado de pré-Carnaval por seus organizadores, um evento marcado via redes sociais na Vila Madalena (zona oeste) no sábado, levou confusão ao bairro, conflito com a polícia  e prejuízo a comerciantes. Detalhe:  ele não tinha autorização para ser realizado. Detalhe 2: já tem outro marcado para o próximo sábado.

“Às 13h começou a parar carro aqui. Parecia um baile funk. Não dava para transitar, fechou a rua e a polícia andava a pé”, conta Susany Alves, 27 anos, vendedora. A loja em que ela trabalha teve a vitrine quebrada e fechou mais cedo. “Quem vai pagar o prejuízo? Sábado é o dia que temos para vender”, afirmou.

O empresário Renato Guidolin, 41 anos, contou que “o barulho foi até meia-noite quando a prefeitura chegou para pegar os ambulantes”. Segundo ele, foram usadas bombas de gás. A rua Aspicuelta foi fechada com os “foliões”.

Cassio Calazans, presidente da Savima (Sociedade Amigos de Vila Madalena), disse que não é possível proibir a presença das pessoas no local, mas que a prefeitura deveria “controlar a entrada de ambulantes, proibir o consumo de álcool e drogas e vetar qualquer tipo de som”.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo informa que o evento não tinha autorização e que, “ao tomar ciência da organização do encontro, solicitou apoio da Guarda Civil Metropolitana”.

A confusão já tem data para voltar. Um novo encontro foi marcado neste sábado, dessa vez no largo da Batata (zona oeste).  “O município está ciente das movimentações nas redes sociais e, caso seja necessário, essa força-tarefa será repetida no próximo sábado”, informou a prefeitura.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo