Italiano morre na Venezuela por falta de insulina

Por Ansa

Um cidadão ítalo-venezuelano de 58 anos e que sofria de diabetes morreu na Venezuela devido à falta de insulina.

Italo Carli, juiz honorário no país sul-americano, faleceu no hospital da cidade de Valencia, um estrutura considerada de vanguarda, mas que sofre com a escassez de medicamentos. A notícia foi dada pelo advogado Marco Sitran, seu primo, ao jornal Corriere del Veneto.

Nascido na Venezuela de pai italiano, Carli se formou em direito na nação europeia e viveu durante vários anos em Veneza. A Venezuela vem sofrendo há tempos com a falta de alimentos, remédios e itens básicos, em função de uma grave crise política, social e econômica.

Atualmente, o país conta com dois presidentes (Juan Guaidó e Nicolás Maduro), dois parlamentos (Assembleia Nacional e Assembleia Constituinte) e duas supremas cortes, uma no exílio e outra sediada em Caracas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo