Operação da PM nas favelas do Rio termina com 13 mortos

Por Metro Jornal com BandNews FM e Estadão Conteúdo

Uma operação da Polícia Militar terminou com 13 mortos nas comunidades do Fallet e Fogueteiro, em Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro.

A prefeitura confirmou as mortes e informou que uma pessoa ainda permanece internada no Hospital Municipal Souza Aguiar (HMSA).

Segundo o porta-voz da Polícia Militar no Rio de Janeiro, coronel Mauro Fliess, agentes do Batalhão de Choque realizavam operação de combate ao tráfico de drogas nas comunidades do Fallet/Fogueteiro e Coroa quando foram recebidos a tiros por traficantes. Houve confronto e troca de tiros.

As primeiras informações apontam que cinco pessoas foram presas. Com os criminosos, a polícia apreendeu também 10 pistolas, 2 fuzis, 6 granadas e carregadores.

Leia mais:

Flamengo de luto: Rodada do Campeonato Carioca é cancelada neste fim de semana
Rivais enviam mensagens de solidariedade ao Flamengo após incêndio em CT

O Batalhão de Choque da PM está nos morros que ficam ao lado do Sambódromo. Desde a madrugada, as equipes policiais atuam nas comunidades devido a tiroteios na região provocados por disputa entre grupos criminosos. A partir de denúncias e informações do Setor de Inteligência, a polícia vasculhou alguns pontos da comunidade do Fallet.

No Morro dos Prazeres, policiais do Bope apreenderam uma pistola calibre 40, uma pistola calibre 9 mm, dois rádios comunicadores e um aparelho telefônico. Houve confronto e dois supostos criminosos foram encontrados feridos, sendo levados ao HMSA. Em outro ponto da comunidade, um fuzil calibre 5,56, uma pistola calibre 40 e uma granada foram apreendidos.

Equipes policiais estão atuando preventivamente para evitar ações de vandalismo nas ruas do bairro Catumbi e adjacências.

Pelo Twitter, a PMERJ informou a ação e, apesar dos mortos, alertou que "não irá parar".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo