SIM Swap: Entenda o golpe que clona contatos do WhatsApp para pedir dinheiro

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

Golpistas estão usando um código para clonar contatos do WhatsApp e ganhar dinheiro fácil.

O crime, conhecido como “SIM Swap”, é cometido de forma simples, com o acesso a informações básicas como um número de celular. Geralmente, os golpistas escolhem a vítima e transferem – com ajuda de funcionários de operadoras – o número de telefone dela para outro chip. Sem que a pessoa perceba, a linha telefônica dela foi clonada e os criminosos passam a ter acesso às informações salvas no chip.

Em outro aparelho, eles instalam o WhatsApp no número da vítima e mandam mensagens para os contatos dela – na maioria das vezes, pedindo dinheiro emprestado com a promessa de pagamento.

Mais uma vítima

Foi o que aconteceu com a empresária Laila Santana, de São Paulo. Ela tentava vender o carro no site OLX quando se deparou com um suposto interessado. O homem sugeriu uma conversa reservada no chat, alegando que seria mais seguro.

Ele informou, então, que ela receberia um código para a negociação. Os números, na verdade, eram a chave para o acesso aos contatos do celular da empresária. Feita a clonagem, com os dados em mãos, o golpista começou a mandar mensagens aos contatos da vítima, pedindo empréstimos em nome dela.

Confira as conversas do golpista com os contatos da empresária:

Uma empresária de São Paulo é mais uma vítima do golpe que clona dados do celular para pedir dinheiro emprestado pelo…

Posted by Rádio Bandeirantes on Thursday, February 7, 2019

Segundo o delegado Carlos Henrique Ruiz, que investiga delitos eletrônicos, diversos casos como esse estão sendo registrados.

Em nota, a OLX ressalta que não é necessário nenhum tipo de validação com código para utilização do chat.

Já a empresa WhatsApp recomendou que os usuários verifiquem sempre as configurações de segurança.

Outras formas do golpe

Uma forma mais trabalhosa de aplicar o golpe também tem ocorrido. Os criminosos vão até uma loja da operadora e se apresentam como outra pessoa, muitas vezes apresentando até documentos falsos. O golpista finge que foi roubado e ativa o número que quer clonar em outro chip.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo