Brumadinho: número de mortes sobe para 157; 182 estão desaparecidos

Por Reuters

Chegou a 157 o número de mortes confirmadas por conta do rompimento da barragem de rejeitos de mineração operada pela Vale em Brumadinho (MG), informou a Defesa Civil de Minas Gerais, que também disse que ainda existem 182 pessoas desaparecidas.

LEIA MAIS:
Bolsonaro está com pneumonia, diz hospital

De acordo com a Defesa Civil mineira, dos corpos já resgatados em meio à onda de lama lançada pela barragem da Vale, 134 cadáveres já foram identificadas pelas autoridades. Segundo os números divulgados, três pessoas ainda estão hospitalizadas e 133 estão desabrigadas.

A barragem da Vale na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, se rompeu no dia 25 de janeiro, lançando uma onda de lama que devastou um centro administrativo da Vale, incluindo um refeitório onde pessoas almoçavam.

Também foram destruídas uma pousada que estava no caminho da lama liberada pela barragem e partes da cidade de Brumadinho.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo