Aulas começam e 50 escolas continuam com mato alto em Campinas

Por Metro Jornal Campinas

Os alunos de 50 das 251 unidades municipais de ensino de Campinas tiveram um cartão de visitas nada agradável no retorno às aulas ontem: o mato alto e a falta de manutenção.

O planejamento era de que todas as unidades estivessem prontas até ontem, data do início das atividades, mas 20% delas ainda estão na fila de espera.

Os pais que levaram os filhos na CEI Matilde Azevedo Egídio Setúbal, no Jardim Novo Campos Elíseos, ficaram assustados com o  mato alto. A preocupação era com a presença de bichos. O mesmo aconteceu na  CEI Hilário Pereira Magrio, na Vila Marieta.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, informou que os trabalhos, que começaram há 20 dias,  deveriam ter sido finalizados até ontem, porém, as chuvas ocorridas nos últimos dias fizeram com que equipes tivessem de ser deslocadas para as ocorrências, o que fez com que o planejamento fosse prejudicado.

A previsão é de que os trabalhos nas 50 escolas restantes sejam feitos até o fim de semana.

Vagas

Campinas inicia o ano com um déficit de 4.351 vagas nas creches ( de 0 a 3 anos). O número é um pouco abaixo do registrado em janeiro do ano passado (5.754). A expectativa, segundo informou a Pasta, é de que em dois anos sejam abertas mais 1.825 vagas municipais com a criação de seis unidades e a ampliação da unidade do Jardim Maria Rosa, com 325.

As unidades que serão entregues no período são: São Domingos, Jardim Telesp, Nova Europa, São Luís, Parque das Cachoeiras e Residencial Flávia.

Mais atraso

Os uniformes também vão atrasar este ano para os 55,5 mil alunos da rede municipal – mais uma vez. A previsão é de que eles cheguem para os alunos no mês de março.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo