Queda de energia e furto de cabos prejudicam operação do monotrilho e da CPTM

Por Metro Jornal com Rádio Trânsito FM

A operação começou complicada na Linha 7-Rubi da CPTM nesta quarta-feira (6). Os usuários enfrentaram, por volta das 5h da manhã, velocidade reduzidas nos trens.

Segundo a companhia, o problema se deu porque cabos de uma das estações foram furtados.

Na Linha 9-Esmeralda, a segue a operação com velocidade reduzida entre as estações Vila Lobos e Cidade Universitária, pela a proximidade com o viaduto que cedeu na marginal Pinheiros.

Monotrilho

Os trens da linha 15- Prata do monotrilho do Metrô também circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada nesta manhã.

O motivo foi a falta de energia elétrica entre as estações Vila Prudente e Oratório.

O problema começou por volta das 6h e a operação foi normalizada às 6h20. Mas os transtornos voltaram uma hora mais tarde, ainda por falta de energia elétrica – desta vez, entre as estações Vila Tolstói e Vila União.

A partir das 7h30, segundo o Metrô, a circulação foi restabelecida.

Leia também:
Prefeitura recebe propostas para a aguardada licitação dos ônibus; há apenas uma concorrência
Idec cobra medidas da Aneel após apagão na Grande São Paulo

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo