Carnaval de rua de São Paulo finalmente ganha um patrocinador

Por Metro Jornal

Após muita indefinição e uma primeira licitação sem interessados, a Prefeitura de São Paulo finalmente define o patrocinador do Carnaval de rua deste ano. A nova concorrência foi realizada na manhã desta quarta-feira (6).

A vencedora foi a Ambev, que apresentou uma proposta de R$ 16,1 milhões – valor está acima do patrocínio do Carnaval passado, de R$ 15,5 milhões. A marca usada para patrocinar o Carnaval, pelo terceiro ano seguido, será a Skol.

Neste ano, apenas duas empresas estiveram na licitação – a derrotada foi a agência Mercado Jovem.

Leia mais:
Brumadinho pode se tornar o segundo maior desastre com barragens do mundo
Um celular é roubado a cada cinco minutos em São Paulo; foram 97 mil em 2018

A expectativa inicial da prefeitura era de que a arrecadação com o patrocínio do Carnaval de rua de São Paulo fosse de ao menos R$ 19 milhões. Em janeiro, porém, a primeira concorrência não teve interessados, o que fez com que o valor do investimento mínimo fosse baixado para R$ 15 milhões.

A empresa patrocinadora do evento pode se associar a outras quatro empresas e possui o direito de expor a marca em banheiros químicos, pórticos, nas caixas de isopor dos ambulantes, placas e torres de sinalização, galhardetes e em painéis de programação.

Os desfiles do Carnaval de rua de São Paulo serão realizados entre os dias 23 de fevereiro e 10 de março. Até o momento, 569 blocos se inscreveram para 633 desfiles.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo