Temporal provoca estragos na Baixada Santista; acompanhe a situação das estradas litorâneas

Por Metro Jornal com Rádio Trânsito FM e Rádio Bandeirantes

Choveu muito no Litoral de São Paulo na manhã desta segunda-feira (4). Vários pontos de Santos, São Vicente e Itanhaém ficaram alagados.

Diversas ocorrências foram registradas, sem informações de feridos até o momento. A água invadiu casas, destruiu objetos e provocou quedas de árvores durante as ventanias.

Ônibus e o VLT deixaram de circular em razão do temporal. Em Peruíbe, houve até quem ficou desalojado.

chuva no litoral Reprodução/Rádio Bandeirantes

Até às 13h de hoje, Itanhaém continuava em estado de atenção. No entanto, o coordenador da Defesa Civil de Itanhaém diz que ninguém ficou ferido e nenhuma família está desabrigada. Segundo o órgão, a situação começa a se normalizar, mas a previsão é de que a chuva continue fina nas próximas horas. Por isso, a Defesa Civil faz uma vistoria agora em áreas de risco e monitora as regiões com possibilidade de novos alagamentos.

Nas estradas, o motorista também encontrou transtornos e pontos de alagamentos.

Confira a situação das rodovias litorâneas:

Rodovia Padre Manoel da Nóbrega

Às 14h20, não havia mais alagamentos.

Rodovia Anchieta

Às 14h20, não havia mais alagamentos.

Rodovia dos Imigrantes

Às 13h35, o trânsito estava normalizado.

Rodovia Cônego Domênico Rangoni

Houve queda de barreira, sentido do Guarujá, do quilômetro 257 ao 254. Apenas a faixa da esquerda está fechada no quilômetro 287, para o trabalho das equipes. Não há lentidão.

Rodovia Rio-Santos

Trânsito carregado nos dois sentidos. Há congestionamento ainda no centro de São Sebastião.

Rodovia Mogi-Bertioga

Mais uma queda de barreira, dessa vez no quilômetro 82 da Mogi-Bertioga. Operação pare e siga no local. O trânsito é complicado por aproximação, nos dois sentidos.

queda de barreira Reprodução/Rádio Trânsito FM

Chuva em excesso

Segundo o Climatempo, o litoral paulista recebeu um volume de chuva intenso, superando 300 mm em Santos e São Vicente – com 316,3 mm e 314,4 mm, respectivamente.

Cubatão registrou 289,4 mm; Peruíbe, 255,1 mm; Itanhaém, 208,5mm; e Guarujá, 162,1 mm.

O Climatempo informa que a chuva começou pesada já de madrugada e provocou diversos alagamentos e deslizamentos de terra.

No litoral norte, a chuva também foi volumosa. Estações meteorológicas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) registraram 152,3 mm em Ilhabela, 126,7 mm em Ubatuba e 115,9 mm em São Sebastião.

Texto atualizado pela última vez às 15h10, de segunda-feira (4 de fevereiro).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo