‘Vou sugerir proibir patinete em calçada’, diz secretário de Mobilidade e Transportes de São Paulo

Por André Vieira/Metro São Paulo

A regulamentação do serviço de patinetes compartilhados na capital deverá trazer uma regra proibindo a circulação dos veículos na calçada. O tráfego será permitido só nas ruas e ciclovias e ciclofaixas.

“Vamos regulamentar o serviço na mesma linha como foram regulamentadas as bicicletas, prevendo o uso nas ciclovias e ciclofaixas, proibindo nas calçadas, e com sistema de monitoramento para se definir onde pegar e deixar os patinetes”, afirmou o secretário de Mobilidade e Transportes, Edson Caram.

Em entrevista ao Metro Jornal, Caram disse que os patinetes não devem ocupar o passeio público “por uma questão simples de segurança ao pedestre”. “Por isso, vou sugerir a proibição.”

O primeiro passo para a regulamentação do serviço, que tem funcionando até aqui sem regras específicas, foi dado sábado, quando a prefeitura publicou chamamento para que as empresas apresentem suas sugestões. O documento final, conduzido por um grupo de trabalho criado pelo governo, deve ficar pronto em 90 dias.

As empresas têm se baseado em resolução federal que define que veículos como patinetes não devem exceder 20 km/h nas ciclovias e os 6 km/h no passeio público.

O secretário sinalizou que as empresas poderão se unir com comércios para oferecer patinetes, mas os veículos não deverão ser deixados em área pública. “A micromobilidade é muito interessante e deve ocupar seu espaço, mas com segurança.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo