Renovação da bancada paulista na Câmara dos Deputados é de 46%

Por Metro Jornal

Dos 70 deputados federais eleitos em 2018 por São Paulo e que assumem seus mandatos agora, 38 conseguiram se reeleger e 32 são novos. A taxa de renovação na comparação com os eleitos em 2014 é de 46%.

Leia mais:
Deputados e senadores escolhem presidentes da Câmara e do Senado; Maia e Renan seguem favoritos
Dos 70 deputados eleitos do Rio, seis estão presos e devem adiar posse

O PSL do presidente Jair Bolsonaro terá a maior bancada paulista na Câmara federal, com 10 deputados. Em 2014, não tinha nenhum. Um dos representantes é Eduardo Bolsonaro, filho do presidente e eleito com votação recorde de 1,8 milhão de votos.

As mais tradicionais forças políticas de São Paulo perderam espaço. O PSDB, que tinha a maior bancada, caiu de 14 para 6 deputados. O PT se manteve como vice-líder, mas agora com 8 parlamentares – antes tinha 10.

Entre as caras novas estão Kim Kataguiri (DEM), líder do protestos em favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT),  a ativista pela educação Tabata Amaral (PDT), o ator Alexandre Frota (PSL), e a policial Katia Sastre (PR), que usou na campanha imagens em que aparece matando um bandido na porta de uma escola.

Para o Senado, os paulistas elegeram dois ex-deputados federais: Mara Gabrilli (PSDB) e Major Olímpio (PSL) – que irão fazer companhia ao ex-governador José Serra (PSDB).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo