Que calor! São Paulo tem 2º janeiro mais quente em 76 anos, diz Inmet

Por Metro Jornal

O calor virou assunto quase que constante na vida do paulistano em janeiro. Nesta quinta-feira (31), o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou o balanço do clima na cidade de São Paulo do mês e confirmou as suspeitas de quem vive por aqui: foi quente demais!

De acordo com o órgão, a capital paulista teve o segundo mês de janeiro mais quente desde 1943, quando teve início a série histórica – são 76 anos. Os dados valem tanto para a média das temperaturas mínimas, que foi de 20,5ºC, quanto para a média das máximas, que chegou a 31,8ºC. O calor de janeiro de 2019 só perde para o mesmo mês de 2014, cuja média das mínimas foi de 21,1ºC, e 2015, quando a média máxima foi a 31,9ºC.

Leia mais:
Marginal Pinheiros: CET reabre dois acessos para pista expressa
Governo de SP vai empregar detentos na pintura e reparos em escolas estaduais

Na quarta-feira (30), a cidade chegou a marcar 35,1ºC, maior temperatura do mês. Já a mais baixa ocorreu no sábado (26), quando a mínima ficou nos 16,5ºC.

Chove chuva

Dos 30 primeiros dias do mês, 18 tiveram algum registro de chuva – o que, segundo o Inmet, está dentro da média. No mirante de Santana, zona norte, foram registrados 305,9 mm de chuva, mais do que o esperado para janeiro (263,5 mm). O valor superou também todos os meses do ano passado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo