Avenidas Lions e Prestes Maia, acessos ao ABC, sofrem com deterioração e falta de segurança

Por Metro ABC

Buracos, pichações e sujeira são companhias constantes de milhares de motoristas que utilizam o eixo das avenidas Lions, em São Bernardo, e Prestes Maia, em Santo André. As vias são importantes eixos metropolitanos, responsáveis por ligar Santo André, São Bernardo, Diadema e dar acesso à via Anchieta, para quem segue ao litoral ou capital.

A situação de abandono do estratégico corredor da região é denunciada desde 2012 pelo Metro Jornal. Mas problemas como pichações e muros quebrados na Lions e sujeira e presença de usuários e crack na Prestes Maia persistem. Em nova visita às avenidas neste mês, a reportagem ouviu também queixas sobre gradis arrancados, asfalto irregular, alagamentos e trânsito intenso. A última estimativa da Prefeitura de São Bernardo é de passagem diária de 15 mil veículos na Lions.

Queixas

O economista Ricardo Fernandes, 40 anos, passa pela avenida Prestes Maia quase todos os dias. “Faz uns dois meses que tem lixo e entulho no entorno dos viadutos Luiz Meira, Tamarutaca e Castelo Branco”, conta o morador de Santo André. “Já reclamei mais de oito vezes com a prefeitura, mas ninguém faz nada, nem mesmo a ouvidoria”, diz.

Uma das reclamações dos que passam pela via de carro é o asfalto. “Os motoristas reclamam muito de ondulação no asfalto. E quando chove alaga tudo”, conta o frentista Rafael Genesi, 25 anos. Fernandes também faz queixas sobre as pistas. “O asfalto precisa de recuperação urgente, isso era promessa dos dois últimos prefeitos.”

O eletricista André Ribeiro, 40 anos, mudou-se para Santo André há três meses, mas já reclama da segurança. “Eu vejo e os vizinhos também contam que tem muita violência, muito assalto.”

Em São Bernardo, a principal reclamação é o trânsito na Lions. “No horário de pico fica tudo parado aqui, é horrível”, diz a dona de casa Elaine Alaide, 45 anos. “Quanto às condições da avenida, não é das melhores”, completa. Vicente Ayres, aposentado de 58 anos, anda mais a pé, mas mesmo assim concorda. “Vejo que está sempre muito congestionada a avenida.”

acesso ABC Reprodução

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo