Jornalista brasileiro é preso e interrogado na Venezuela

Por Ansa Brasil

O jornalista brasileiro Rodrigo Lopes, do jornal Zero Hora, foi detido e interrogado em Caracas, na Venezuela, enquanto cobria uma manifestação em defesa do presidente Nicolás Maduro.

Segundo o próprio Lopes, um homem não identificado tomou o celular de suas mãos e encontrou imagens de um comício do autoproclamado presidente Juan Guaidó. Na sequência, o repórter foi levado para o Centro Estratégico de Segurança e Proteção da Pátria.

LEIA MAIS:
Após falecimento do irmão, Lula poderá sair temporariamente da cadeia para velório

Ele diz que não sofreu agressão física, mas relatou que foi ameaçado de prisão por um militar e que não teve permissão para entrar em contato com a Embaixada do Brasil. Lopes foi liberado após cerca de duas horas e já está em segurança em solo brasileiro.

Ainda de acordo com o jornalista, ele também foi ameaçado antes de deixar o centro de segurança. "Agora o senhor está fichado conosco, conhecemos tua cara e sabemos onde escreves. Se te pegarmos novamente, tu vais ser preso e responderá processo segundo as leis venezuelanas", disse o militar, segundo Lopes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo