Em vídeo feito no hospital, Bolsonaro agradece por orações; assista

Por Metro Jornal com BandNews FM e Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu, por meio do Twitter, as orações desejando o sucesso da cirurgia pela qual vai passar amanhã.

Nas imagens, feitas direto do hospital Albert Einstein, onde está internado, ele lembra que o procedimento para a retirada da bolsa de colostomia deve durar cerca de três horas.

A operação deve começar por volta das 7h.

Veja:

Bolsonaro usa uma bolsa de colostomia desde que foi esfaqueado em um ato de campanha, em Juiz de Fora, dia 6 de setembro do ano passado. A facada atingiu o intestino, e o então candidato foi submetido a duas cirurgias, uma na Santa Casa de Juiz de Fora e outra no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A bolsa de colostomia usada por ele por cerca de quatro meses funciona como um intestino externo e possibilita a recuperação do intestino grosso e delgado.

Balanço

Em um balanço das atividades dos últimos dias, Bolsonaro destacou a participação no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. O evento, que todos os anos reúne líderes políticos e dirigentes de empresas, marcou a estreia de Jair Bolsonaro na política internacional. A delegação brasileira deixou a Suíça na quinta-feira (24), um dia antes do encerramento do evento.

“Passamos uma semana em Davos [Suíça], em contato com chefes de Estado, economistas, empresários do mundo todo. No meu entender foi um sucesso. Todos gostam do Brasil. O Brasil será uma grande Nação, com toda certeza”, disse.

Bolsonaro também lamentou o rompimento da barragem de rejeitos da Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Na manhã desta sexta-feira (26), o presidente sobrevoou a área afetada pela tragédia.

“Aquela barbaridade em Brumadinho [é] algo que afeta a todos nós e somos solidários das vítimas. No dia seguinte, sábado, sobrevoamos a região e o nosso time de ministros já tinham tomado as suas providências no sentido de buscar melhorar a dor dos familiares, bem como dar apoio aos sobreviventes, entre outras coisas”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo