Confira o calendário de chuvas de meteoros visíveis da Terra em 2019

Por Metro Jornal

Uma estrela cadente! Já viu? Pois saiba que elas vão estar visíveis neste ano!

Em 2019, haverá mais de 30 chuvas de meteoros – também conhecidas como estrela cadente – passando por aqui. A melhor parte é que elas são visíveis da Terra – e também de solo brasileiro!

Como não é qualquer visita, as estrelas cadentes já têm data para acontecer.

Confira o calendário de chuvas de meteoro em 2019:

Segundo o pesquisador do Observatório Nacional e coordenador do projeto Exoss, Marcelo De Cicco, o próximo evento desse tipo ocorre em fevereiro. A Centaurids, como foi chamada, terá seu auge no dia 8 de fevereiro.

Já no dia 15 de março será a vez da Normids riscar o céu. Em 23 de abril, a Lyrids passa por aqui e, no dia seguinte, é a Puppids que chega.

Em maio, o pico da chuva eta-Aquariids será no dia 6. Neste momento, a Terra vai atravessar detritos de passagens antigas do cometa Halley. Como há proximidade da Lua Nova, essa chuva vai ser mais fácil de ser observada.

June Bootids, como o próprio nome indica, vai rolar no dia 27 de junho, e será visível para latitudes mais ao Norte do país.

Leia mais:
Novo presidente do Inep quer tirar ‘questões ideológicas’ do Enem
Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, agora é pastor evangélico e youtuber

No mês de julho, ocorrerão a Piscis Austrinids e a Southern delta Aquariids, com atividade máxima centrada nos dias 28 e 30, respectivamente.

As Perseids, talvez a chuva mais renomada de nossa era, embora privilegiando os habitantes do hemisfério Norte, terá seu pico dia 13 de agosto.

As Aurigids terá sua atividade máxima dia 1º de setembro. Embora um pouco baixa para as latitudes do Sul, vale a pena a conferida, aproveitando a fase da Lua Nova.

O período que vai de outubro a dezembro apresenta a maior concentração de chuvas com intensidade relevante. Serão oito no total, com destaque para as OrionidsLeonids e Geminds, respectivamente.

“No último quarto do ano, o denominado complexo das Taurids – um aglomerado de detritos de muitas passagens antigas de cometas – divide-se em dois ramos, e é atravessado pelo nosso planeta”, explica o pesquisador.

O que é uma chuva de meteoros?

O fenômeno consiste em um número grande de meteoros visíveis atingindo a superfície terrestre.

São restos de cometas e asteroides que passam muito próximos do nosso planeta.

Para mais informações sobre esses fenômenos, dicas de como observar e fotografar meteoros, visite o site da EXOSS. Trata-se de uma rede colaborativa que investiga as origens, a natureza e a caracterização de órbitas dos meteoros.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo