SP aguarda autorização do governo federal para iniciar obras na ponte da marginal Tietê

Por Rádio Bandeirantes com BandNews FM e Rádio Trânsito FM

Deve ser divulgada ainda nesta quinta-feira (24) uma estimativa de prazo que a ponte na marginal Tietê vai ficar interditada. A saída da pista expressa para a rodovia presidente Dutra apresentou um dano na viga na noite desta quarta-feira (23).

De acordo com o prefeito Bruno Covas, se o governo federal autorizar, as obras de reparo podem começar ainda hoje.

Ocorre que a ponte na Marginal Tietê é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), por isso a espera.

O trabalho emergencial ainda depende de aval do Tribunal de Contas do Município.

Segundo Covas, o problema no acesso à Dutra é semelhante ao que bloqueou o elevado na Marginal Pinheiros. O que aconteceu foi o rompimento de uma viga e outros pontos de deterioração ainda podem ser detectados.

O prefeito disse também que pretende acelerar a vistoria de outras estruturas.

De quem é o problema?

O superintendente regional do DNIT no Estado de São Paulo, Roberto Menezes Ravagnani, afirmou, em entrevista à Rádio BandNews FM, que existe "uma certa dúvida" se a alça de acesso da pista expressa da Marginal Tietê é mesmo de responsabilidade do departamento – ou se é, na realidade, da Prefeitura.

Ravagnani explicou que os servidores estão levantando os documentos para elucidar essa questão. Ele lembra que todo o patrimônio da rodovia, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, foi para a iniciativa privada e pode ser que a alça de acesso seja responsabilidade da concessionária CCR Nova Dutra.

Segundo o superintendente regional do DNIT, a estrutura que teve uma viga rompida ontem está em "uma zona cinzenta".

O que diz a CCR

O gestor de Atendimento da CCR NovaDutra, Virgilio Leocádio, garantiu, em entrevista à Rádio Trânsito, que a ponte interditada da Marginal Tietê não faz parte do contrato de concessão da rodovia.

Segundo Leocádio, a concessionária aguarda um posicionamento da Prefeitura e do DNIT para saber como proceder na situação da via.

Ele ainda informou que não há previsão de abertura de mais acessos da pista lateral para a pista expressa, além do que já foi aberto no quilômetro 227.

Após reclamações, a concessionária informou que, ao longo do dia, irá melhorar a sinalização do novo acesso e colocar novos avisos pela rodovia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo