Terminam as buscas pelo avião de Emiliano Sala; não há esperanças de encontrá-lo vivo

Por Ansa Brasil

A ilha de Guernsey, território autônomo pertencente ao Reino Unido, encerrou nesta quinta-feira (24) as buscas pelo avião em que viajava o atacante argentino Emiliano Sala, 28 anos, desaparecido desde a noite da última segunda (21).

A decisão foi tomada pelo comandante da Capitania dos Portos local, David Barker, e não há mais esperanças de encontrar o jogador e o piloto da aeronave monomotor com vida. "Foi uma decisão difícil", disse Barker.

Segundo ele, a temperatura da água no Canal da Mancha não permite a sobrevivência por mais do que poucas horas, admitindo a hipótese de que Sala e o piloto pudessem ter sobrevivido à possível queda.

LEIA MAIS:
Sob ameaças, deputado eleito Jean Wyllys deixa o Brasil

Meios aéreos e navais percorreram uma área de 4,4 mil quilômetros quadrados, mas não encontraram nenhum sinal do monomotor. "Meus pensamentos estão com as famílias do piloto e do passageiro", disse o comandante.

Sala havia acabado de fechar sua transferência do Nantes, da França, para o Cardiff, que disputa a Premier League, por 17 milhões de euros. O argentino vivia o auge da carreira e era o quinto artilheiro do Campeonato Francês, com 12 gols.

Antes de o avião sumir dos radares, ele chegou a enviar um áudio a amigos dizendo que sentia "medo" porque a aeronave parecia estar "caindo aos pedaços".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo