Aquarelas feitas por Hitler são postas à venda em Berlim

Por Reuters

Os quadros —três aquarelas retratando uma paisagem de montanha, um rio e uma figura distante sentada debaixo de uma árvore— não são muito diferentes de produtos à venda em mercados de pulga por todo o mundo, com a exceção do nome assinado no canto das telas: “A.Hitler”.

Mas, é graças a essa atribuição ao líder do nazismo alemão, responsável por alguns dos piores crimes da história, que uma casa de leilões de Berlim espera arrecadar milhares de euros em venda na tarde desta quinta-feira.

“São aquarelas de Adolf Hitler”, disse Heinz-Joachim Maeder, porta-voz da casa de leilões Kloss. “Na minha opinião elas não têm nenhum valor artístico — são apenas um artesanato adequado. O valor desses objetos e o interesse da mídia se deve ao nome no canto”.

LEIA MAIS:
Governo Bolsonaro vai remover brasão do Mercosul de passaporte brasileiro

Antes da eclosão da Segunda Guerra Mundial, um Hitler sem dinheiro sobrevivia trabalhando como pintor em Munique, produzindo dezenas de cartões postais e pinturas por poucas moedas.

Seu sonho anterior de se tornar um artista foi destruído quando o jovem foi rejeitado duas vezes na prova de admissão da Academia de Belas Artes de Viena.

“Se você andar pelo Sena e ver 100 artistas, 80 serão melhores do que isso”, disse Maeder.

A família que colocou as pinturas à venda não quis ser identificada.

Sabe-se que existem centenas de outras obras de Hitler, embora a maior parte seja propriedade do Exército dos Estados Unidos, que as confiscaram depois que os aliados derrotaram o regime alemão no final da Segunda Guerra Mundial. Essa coleção nunca é exibida.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo