Biblioteca Mário de Andrade tem entorno tomado por moradores de rua

Por Bruna Barboza – Rádio Bandeirantes

O quintal de um dos cartões postais de São Paulo está tomado por moradores de rua. Há pelo menos dez espalhados em todo entorno da praça Dom José Gaspar, em volta da Biblioteca Mário de Andrade, no centro.

O comerciante Renato Moura procurou a Rádio Bandeirantes e pediu ajuda. “Teve uma vez que eles arrombaram a banca [de jornal]. Parecem não ter consciência. Uns dois meses pra cá a situação era horrível, dois três tentando furtar celular todos os dias”.

Leia mais:
Justiça anula expulsão de aluno do Mackenzie por vídeo com falas racistas
Usuários de metrô e trem esqueceram 180 mil itens; maioria são documentos

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) afirmou que a Polícia Militar monitora a praça constantemente e que, de janeiro a novembro de 2018, 323 pessoas foram presas em flagrante na região.

Também em nota, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social disse que, na última semana, equipes técnicas estiveram no entorno da biblioteca e efetuaram 19 abordagens a pessoas em situação de rua. Dessas, dez aceitaram encaminhamentos para núcleos de convivência, três receberam orientações e seis recusaram o auxílio.

A Prefeitura de São Paulo garante que os profissionais vão continuar atuando no local e esclarece que o acolhimento não é obrigatório.

Praça Dom José Gaspar moradores de rua Reprodução/Rádio Bandeirantes
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo