Merkel e Macron traçam acordo bilateral sobre desafios da União Europeia

Por Ansa Brasil

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente da França, Emmanuel Macron, assinaram hoje (22) o Tratado de Aachen, firmando as relações bilaterais franco-alemã de cooperação, complementando o Tratado do Elísio de 1963. "A Alemanha e a França abriu hoje um novo capítulo sobre o fundamento da reconciliação. Nós marcamos uma nova etapa.

Devemos assumir a responsabilidade e falar a uma só voz", disse Macron. O documento foi assinado na Câmara Municipal de Aachen, na fronteira com a Holanda e a Bélgica.

Durante seu discurso, o presidente francês ainda citou que o novo tratado faz frente aos "nacionalismos que ameaçam a Europa", o "impacto" do Brexit, "o terrorismo e as alterações climáticas" e " a nova dinâmica econômica". Merkel, por sua vez, concordou com as palavras de Macron e reforçou que esta será a "primeira vez que um estado membro vai deixar a UE".

LEIA MAIS:
Filipinas quer reduzir maioridade penal para 9 anos

O tratado, considerado "indispensável", indica ações no que diz respeito à segurança, cooperação econômica, tecnologia, cultura, educação, além da mudança climática, meio ambiente, política externa, entre outros temas.

A cerimônia contou com a presença do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, junto com outras autoridades, como o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o presidente da Romênia, Klaus Iohannis, já que a nação exerce a liderança rotativa comunitária.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo