Em Davos, Bolsonaro diz querer mostrar que Brasil mudou

Por Metro Jornal

O presidente Jair Bolsonaro disse em Davos, na Suíça, que pretende mostrar no Fórum Econômico Mundial que o Brasil mudou, que é um país seguro para investimentos e está tomando medidas para reconquistar a confiança.

Em entrevista a jornalistas na cidade suíça, Bolsonaro também afirmou que não apresentará planos específicos para privatizações durante o encontro e que quer ampliar o comércio do país, especialmente na área do agronegócio.

“Nós queremos mostrar, via os nossos ministros em especial, que o Brasil está tomando medidas para que o mundo restabeleça a confiança em nós, que os negócios voltem a florescer entre o Brasil e o mundo sem o viés ideológico […]”, disse.

“Estamos aqui para mostrar para eles que o Brasil mudou”, acrescentou o presidente ao chegar ao hotel em que ficará hospedado.

Bolsonaro também sinalizou como será o discurso que fará hoje durante o evento, sua primeira viagem internacional desde a posse.

“É um discurso muito curto, objetivo, claro, tocando nesses pontos que eu falei para vocês aqui. Foi feito e corrigido, vamos dizer assim, por vários ministros para que nós déssemos o recado mais amplo possível do novo Brasil que se apresenta com a nossa chegada ao poder”, disse.

Mudança na Venezuela

Em Davos, Bolsonaro participará de encontros sobre o futuro do Brasil, de jantar com lideranças latino-americanas e de um evento para discutir a situação da Venezuela.

“A Venezuela está com problemas não é de hoje, esperamos que rapidamente mude o governo da Venezuela”, disse o presidente, que retorna para o Brasil na quinta-feira.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo