Enem 2018: Apenas 55 candidatos conquistam nota mil na redação; 4,1 milhões fizeram a prova

Por Metro Jornal com BandNews FM

Dentre as 4,1 milhões de redações corrigidas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), apenas 55 alcançaram a nota mil.

Apesar de o número ainda ser baixo, esse é o primeiro aumento da nota dos últimos sete anos.

Em 2011, dos cerca de 4 milhões de participantes do Enem, 3,7 mil tiraram nota máxima. Desde então, apesar do aumento no número de candidatos, o número de redações nota mil só caiu. Em 2017, apenas 53 dos mais de 4,7 milhões de participantes alcançaram a nota máxima.

Em 2018, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do total, 55 obtiveram o máximo desempenho em todos os quesitos avaliados. O tema da edição do ano passado foi Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet.

Os candidatos já podem acessar a Página do Participante e saber quanto obtiveram nas provas de linguagem, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação.

LEIA MAIS:
#10YearsChallenge: Brincadeira levanta polêmica sobre reconhecimento facial
MEC divulga notas do Enem e quebra a internet; confira memes

Nota zero

Na outra ponta, o número de redações nota zero caiu para menos da metade de 2017 – passando de 309.157 (6,54% do total de candidatos), no ano passado, para 112.559 (2,73%) em 2018.

Em 2017, quando o tema da redação foi Desafios para formação educacional de surdos no Brasil, o maior motivo para zerar a redação foi fuga ao tema. Já no ano passado, mais estudantes deixaram a prova em branco.

Apesar dos resultados positivos nas notas máximas e mínimas, a média de desempenho na redação caiu em 2018 em relação a 2017. A nota média dos estudantes nessa prova em 2017 foi 558 pontos. Em 2018, foi 522,8 pontos.

No geral, comparando com os resultados de 2017, os estudantes tiveram melhor desempenho em 2018 nas provas de linguagem, matemática e ciências humanas. A proficiência média passou de 510,2 pontos para 526,9 pontos em linguagem; de 519,3 para 569,2 em ciências humanas; e de 518,5 para 535,5 em matemática. Em ciências da natureza o desempenho médio caiu de 510,6 para 493,8.

No dia 18 de março, o Inep divulgará o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo