Prefeitura volta atrás e funcionários de cemitérios podem cuidar de animais abandonados

Por Metro Jornal

O prefeito Bruno Covas revogou, na noite desta quarta-feira (16), a ordem que impedia os funcionários dos cemitérios municipais e do crematório de cuidarem de animais abandonados.

A medida tinha sido publicada da edição de ontem do Diário Oficial. Com a proibição, as redes sociais da Prefeitura de São Paulo foram bombardeadas por reclamações.

“Prefeito, você não tem coração? Não se nega ajuda a ninguém! Precisamos cuidar e ajudar os animais, que judiação o que o senhor está fazendo! Coloque a mão na sua consciência!”, reclamou uma internauta. “Negar abrigo nos cemitérios para animais de rua é uma vergonha!”, disse outro.

LEIA MAIS:
Atentado com carro-bomba em Bogotá mata ao menos 8
Batida entre caminhão e ônibus deixa nove feridos na avenida Aricanduva

O superintendente do Serviço Funerário Municipal, Thiago Dias da Silva, explicou que a ordem foi dada para tentar impedir que potes de ração e água ficassem espalhados e atraíssem outros animais – possibilitando, inclusive, o risco de criadouros de mosquito. “Queremos que esses animais sejam acolhidos com dignidade e vamos trabalhar para fomentar essa cultura, em vez do abandono que vemos hoje”, explicou.

A medida revogada proibia que servidores, terceirizados e prestadores de serviços dessem comida, água ou abrigo para qualquer cachorro ou gato abandonado nos cemitérios da cidade.

A Prefeitura determina a revogação da ordem interna que proibia funcionários de cemitérios de alimentar animais…

Posted by Prefeitura de São Paulo on Thursday, January 17, 2019

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo