MP-GO faz nova denúncia contra João de Deus por estupro; quatro das vítimas seriam menores

Por Metro Jornal

O MP-GO (Ministério Público de Goiás) fez uma nova denúncia contra o médium João de Deus nesta terça-feira (15). O órgão apurou novas denúncias de crime de estupro de vulnerável e abuso sexual mediante fraude contra quatro mulheres de Goiás e uma de São Paulo.

As mulheres teriam sido vítimas durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO). Segundo o MP-GO, uma das mulheres tinha 8 anos quando foi abusada e três delas eram adolescentes.

Leia mais:
Prefeito de SP troca três novos secretários de sua equipe; veja como ficou
Corpo de PM morto em acidente de helicóptero é velado no Rio

A denúncia acompanha um novo pedido de prisão e conta ainda com relatos de outras nove mulheres de cinco Estados e do Distrito Federal – estes casos não puderam entrar na denúncia por já terem prescrito.

Na segunda-feira (14), o médium prestou depoimento sobre os crimes da nova denúncia para três promotores de Justiça. Ele negou as acusações e afirmou não se lembrar das mulheres.

João de Deus está preso na penitenciária de Aparecida de Goiânia desde o dia 16 de dezembro, após se entregar à polícia. Ele já responde a outros dois processos, um deles sobre crimes de estupro e violência sexual mediante fraude, e o outro de posse ilegal de armas de fogo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo