Jovem saudita que fugiu da família chega ao Canadá

Por Reuters

Uma mulher saudita de 18 anos que fugiu de sua família esta semana dizendo que temia pela sua vida chegou a Toronto neste sábado, após o Canadá conceder-lhe asilo, de acordo com uma testemunha da Reuters.

Rahaf Mohammed al-Qunun captou a atenção internacional esta semana depois de se trancar em um quarto de hotel no aeroporto de Bangcoc, recusando-se a ser enviada para sua família, que nega qualquer abuso.

Qunun não quis se encontrar com seu pai e irmão, que chegaram a Bangcoc para tentar levá-la de volta à Arábia Saudita.

Qunun chegou ao Aeroporto Internacional Pearson, em Toronto, na manhã de sábado, e espera-se que a ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, fale com a mídia em breve.

Seu caso atraiu a atenção mundial para as estritas regras sociais da Arábia Saudita, incluindo a exigência de que as mulheres tenham a permissão de um “guardião” masculino para viajar, que grupos de direitos humanos dizem que podem prender mulheres e meninas como prisioneiras de famílias violentas.

Qunun tomou um voo da Korean Air de Bangcoc para Seul na sexta-feira e depois um voo de conexão para Toronto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo