Vistoria de emergência em pontes e viadutos em São Paulo deve começar na semana que vem

Por Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo deve divulgar na semana que vem as empresas interessadas em participar do contrato emergencial para avaliar pontes e viadutos. Elas serão responsáveis pela produção de relatórios detalhados com a condição de 33 estruturas consideradas “prioritárias”.

Problemas em algumas delas foram apontadas pela Rádio Bandeirantes na série “O que tem de Concreto”. É o caso do Complexo de Engenharia Mackenzie e da Ponte das Bandeiras, além dos viadutos Gazeta do Ipiranga, General Olímpio da Silveira e Jabaquara.

Leia mais:
Após polêmica, MEC demite responsáveis por decreto que alterava compra de livros didáticos
Aplicativos de GPS terão que informar sobre áreas de risco no Rio de Janeiro; entenda

A contratação do serviço em regime de urgência foi autorizada pelo Tribunal de Contas depois que a pista cedeu na marginal Pinheiros, no dia 15 de novembro. Após a divulgação dos nomes, as empresas terão 4 meses para concluir os laudos.

Nesta sexta (11), foram entregues as obras na ponte Limão, na marginal Tietê. A via tinha sido interditada em novembro por causa de problemas no asfalto e nas juntas de dilatação.

O prefeito Bruno Covas afirmou que os reparos vão eliminar problemas que apareciam com frequência. Segundo ele, foram gastos R$ 1,2 milhão – R$ 400 mil a menos do que o previsto inicialmente.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo