Aluno indiciado por racismo durante as eleições é expulso da universidade

Por Metro Jornal

A Universidade Presbiteriana Mackenzie expulsou o estudante Pedro Baleotti, de 25 anos. O jovem cursava Direito e já havia sido suspenso da instituição após publicar vídeo com falas racistas no fim do período eleitoral.

De acordo com a universidade, a decisão sobre a expulsão foi tomada após sindicância . Baleotti receberá uma documentação com os créditos cumpridos no curso, que podem ser levados para outra faculdade. Caso sejam aceitos, o aluno poderá reduzir o número de semestres para finalizar sua graduação. "A instituição não coaduna com atitudes preconceituosas, discriminatórias e que não respeitam os direitos humanos", disse a nota.

Leia mais:
Força-tarefa que investigava denúncias contra João de Deus é encerrada
Brasil registra mais de 10 mil casos de sarampo, diz Ministério

Antes de ser desligado da universidade, o estudante já havia sido demitido do escritório de advocacia em que trabalhava como advogado. Logo após a popularização do vídeo, Baleotti foi indiciado por crime racial. Na época, ele se manifestou pedindo desculpas e afirmou que não era nem preconceituoso, nem violento.

Em publicação nas redes sociais, o coletivo de alunos negros do Mackenzie, AfroMack, disse que recebeu a decisão com "alívio". "A referida decisão demonstra a seriedade e o compromisso da universidade no combate ao racismo. O que é de suma importância não somente para comunidade mackenzista, mas para toda sociedade", afirma.

É com grande alívio que nós do Coletivo Negro Afromack informamos que o ex aluno do 10° semestre do curso de Direito da…

Posted by Coletivo Negro Afromack on Wednesday, January 9, 2019

O vídeo

No vídeo, inicialmente divulgado em um grupo de WhatsApp, o estudante aparecia com uma camiseta em apoio ao então candidato Jair Bolsonaro indo votar no segundo turno em Londrina, sua cidade natal. Ele aponta a câmera para fora do carro e afirma: "tá vendo essa negraiada? Vai morrer! É capitão, caralho".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo