Paulinho Serra vai comandar o Consórcio Intermunicipal do ABC

Por Cadu Proieti - Metro ABC

O prefeito de Santo André, Paulinho Serra (PSDB), foi eleito na terça-feira (8) o novo presidente do Consórcio Intermunicipal do ABC, grupo que reúne prefeituras da região com o objetivo de articular ações conjuntas entre elas. O líder do Executivo andreense ocupará o posto de Orlando Morando (PSDB), de São Bernardo, que comandou a entidade regional nos últimos dois anos. O vice-presidente será Kiko Teixeira (PSB), de Ribeirão Pires.

Paulinho assume o órgão em momento de incertezas e dissolução do colegiado. Atualmente, apenas quatro das sete cidades pertencem ao grupo – deixaram o Consórcio Diadema (em junho de 2017), São Caetano e Rio Grande da Serra (ambas em novembro do ano passado).

“É um órgão que tem papel estratégico fundamental para uma região como a nossa e a gente aqui tem se preocupado muito com a preservação dele. Temos como desafio retomar o diálogo com as cidade que estão fora no momento”, afirmou o novo presidente do Consórcio.

Leia mais:
Paulinho Serra, prefeito de Santo André, faz balanço dos dois anos de mandato; leia entrevista
IPVA e seguro obrigatório começam a vencer nesta quarta

O prefeito de Santo André, que no fim do ano passado propôs um novo modelo de administração e financiamento da entidade, disse que irá apresentar um plano dentro de 30 dias. José Auricchio Júnior, prefeito de São Caetano, defende a mesma proposta.

“A ideia é continuar em uma linha de enxugamento (financeiro) interno e externo e focar em projeto com capacidade de implementação maior das ações”, disse.

Para ele, essas mudanças previstas podem servir de arma para trazer de volta os prefeitos que deixaram a entidade. “Se a gente focar em políticas mais assertivas, é, entre outros, um grande argumento para que as cidades, pelo menos, pensem em voltar em um modelo mais enxuto. A gente vai fazer uma tentativa, mas sem nenhuma expectativa, porque é uma decisão de cada um e nunca vamos desrespeitar a autonomia de cada um deles. É claro que seria interessante receber novamente esses municípios.”

O Consórcio diz que oficialmente apenas Diadema não faz mais parte da entidade.

‘Lamento a mesquinhez dos que saíram’

No discurso de passagem de cargo, o prefeito de São Bernardo (PSDB), Orlando Morando, que era o presidente do Consórcio nos últimos dois anos, criticou os prefeitos que retiraram as cidades do grupo.

“Lamento a mesquinhez daqueles que, de maneira inexplicável, deixaram o Consórcio. Falo isso com tranquilidade. Se somar tudo o que Rio Grande da Serra pagou aqui não dá o que eles receberam. A instituição está acima dos eleitos”, disse.

Alaide pede ajuda: ‘Mauá acabou’

Após participar ontem pela primeira vez da reunião de prefeitos do Consórcio Intermunicipal do ABC, a prefeita de Mauá, Alaide Damo (MDB), teve conversa com os líderes municipais presentes e pediu auxílio a eles. Ela assumiu o comando da cidade no dia 27 do mês passado no lugar de Atila Jacomussi (PSB), que está preso desde o começo de dezembro após ser alvo de operação da Polícia Federal.

“Preciso de ajuda. Conto com eles. São pessoas que estão na política há muito tempo e podem me ajudar de alguma maneira. A minha cidade está precisando muito. Quero seguir exemplo deles, porque eu estou entrando agora na política. Mauá não tem nada mais, acabou, tem que recomeçar do zero. Então, tenho que contar com a ajuda deles”, disse a prefeita.

Ela pediu a Morando a prorrogação do empréstimo de viaturas à GCM (Guarda Civil Municipal), que vence no fim deste mês.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo