Tema da redação da Fuvest 2019 relaciona passado e presente

Por Metro Jornal São Paulo

A redação da segunda fase da Fuvest, vestibular da USP, realizada ontem pelos candidatos, abordou a importância do passado para a compreensão do presente.

Para coordenadora do curso de redação do cursinho Poliedro, Vivian Cintra, “com os debates travados em 2018 a respeito do incêndio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, não dá para encarar o tema proposto como uma completa surpresa”.

Leia mais:
Prefeitura de SP publica decreto com regras mais rígidas para aplicativos de transporte, como Uber, Cabify e 99
Passagem de ônibus em São Paulo fica mais cara a partir desta segunda

Ainda segundo a coordenadora, o tema exigiu dos candidatos uma reflexão entre o papel da memória para a sociedade, criando uma relação entre os dois. “Espera-se que o aluno, portanto, não discorra apenas sobre o passado ou somente sobre o presente, mas que considere a relevância de um para o outro, de modo analítico, posicionando-se sem fazer julgamentos morais”.

Além da redação, os estudantes também responderam ontem a questões discursivas de Língua Portuguesa.

Mais prova

De acordo com a Fuvest, 35.371 candidatos foram convocados para a segunda fase do exame. Destes, 7,7%, ou 2.714, faltaram ontem.

Na tarde de hoje, os candidatos enfrentam o segundo dia de prova. As questões são específicas, de acordo com a área da carreira escolhida pelo vestibulando. A lista de aprovados sairá no dia 24 de janeiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo