PM encontra 'casa de tortura do PCC' e resgata vítimas que seriam executadas

Por Metro Jornal

A Polícia Militar localizou, na última sexta-feira (4), uma casa onde membros do PCC mantiveram em cárcere e torturaram duas pessoas.

O caso aconteceu na Bela Vista, região central de São Paulo.

Por volta das 18h30, a polícia recebeu um chamado de cárcere privado na rua Conde de São Joaquim. Ao chegarem ao local, os agentes ouviram vozes em tom de ameaça.

Segundo a PM, quando os policiais entraram, descobriram duas pessoas amordaçadas, com pés e mãos amarrados. Havia um agachado, ao lado do sofá, e outro ao lado da cama.

Quatro criminosos vigiavam as vítimas em pé.

Leia mais:
Lutadora do UFC reage a assalto e domina ladrão com socos e chave de braço
Presidente do Ibama se demite após acusações de irregularidades no órgão

Durante a busca na casa, foram encontrados vários objetos utilizados na tortura, como facas, facão e bastão de madeira. As vítimas disseram que estavam amarradas há 4 dias, sendo submetidos à tortura física e psicológica, ameaçados o tempo todo de morte.

Os criminosos confessaram ser integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Eles admitiram a tortura e as ameaças, informando ainda que as vítimas seriam executadas às 19h daquele dia – meia hora depois da chegada da polícia.

A PM informa que os criminosos, as vítimas e todos os objetos foram encaminhados ao 78° DP. Lá, a os agentes constataram que um dos indivíduos era procurado da Justiça.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo