Atentados continuam em Fortaleza; Força Nacional disponibilizou 300 agentes

Por BandNews FM

Agentes da Força Nacional já estão no Ceará e reforçam o combate a série de ataques registrada na Grande Fortaleza e em cidades do interior do Estado. O efetivo é composto por 300 profissionais, que devem permanecer no território cearense por, pelo menos, 30 dias.

Nas últimas horas, mesmo com a presença da Força Nacional, os atentados continuam. Em uma revenda de carros da capital, por exemplo, dois veículos foram incendiados. Em outro ponto da cidade, uma agência bancária foi atingida por tiros.

Ações semelhantes também foram notificadas em cidades como Massapê e Maracanaú. Pelo menos cinquenta suspeitos de envolvimento nas ações criminosas já foram detidos, segundo o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Segurança.

Leia mais:
Policiais são atropelados por carro na rodovia Presidente Dutra; subtenente morre
Tiroteio em boliche deixa três mortos e quatro feridos na Califórnia

As investigações são coordenadas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e contam com equipes de policiais civis e militares.

Com a onda de insegurança, o transporte público de Fortaleza foi afetado e teve redução de 70% da frota que circula nas ruas. Hoje, apenas 41 linhas operam em um esquema emergencial. Para cada uma delas, três policiais foram deslocados e acompanham o percurso dentro do veículo.

Desde o início dos ataques, pelo menos 17 coletivos foram danificados – dez deles foram totalmente destruídos. Bares e restaurantes da capital cearense também foram afetados. A Associação que representa o setor estima em 30% a queda no movimento nos estabelecimentos nos últimos dias.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo