De saída, Márcio França faz balanço de sua gestão como governador de SP

Por Rádio Bandeirantes

O governador de São Paulo Márcio França (PSB) afirmou nesta segunda-feira (31) que está deixando o Estado para o sucessor João Doria (PSDB) com as contas em dia e dinheiro em caixa. Ele assumiu o cargo em abril, quando Geraldo Alckmin (PSDB) renunciou para disputar a Presidência da República.

Leia mais:
João Doria toma posse às 9h do dia 1º sem público
Veja os resultados da 94ª Corrida de São Silvestre

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, França disse que deu sequência ao trabalho de gestões anteriores para equilibrar as finanças. Ele destacou como pontos positivos da própria gestão, entre outras realizações, a entrega de hospitais e estações de Metrô.

O governador também afirmou que conseguiu dar um novo ânimo ao funcionalismo durante os meses no mandato. Além disso, ainda afirmou que se sente recompensado pelos mais de 10 milhões de votos que recebeu na eleição, apesar da derrota.

Márcio França acredita ter pulado pra outro patamar político, graças ao número expressivo nas urnas e à exposição em debates contra João Doria no 2º turno. Sobre o futuro, cogita-se que ele dispute a prefeitura de São Paulo pelo PSB na eleição de 2020.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo