Brasileiro é preso pela Interpol por associação a 'doleiro dos doleiros'

Por Metro Jornal com BandNews FM

O pernambucano Bruno Farina foi preso pela Interpol nesta quarta-feira (26), no Paraguai.

Ele era procurado por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, conforme anúncio do Ministério do Interior paraguaio.

Farina era ainda parceiro comercial de Dario Messer, considerado o "doleiro dos doleiros” e investigado na Operação Lava Jato.

Messer já movimentou mais de 1,6 bilhão de dólares em 52 países.

Leia mais:
Homem ateia fogo na ex-mulher em Santo André; suspeito está foragido
Polícia diz que homofobia motivou crime na Paulista

Segundo a Interpol, a pena imposta a Bruno Farina até agora é de 30 anos de privação de liberdade.

A prisão de Farina faz parte também da Operação Câmbio Desligo da Polícia Federal brasileira, que investigou uma rede de corrupção em vários estados e emitiu ordens internacionais de captura.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo