Diretor de universidade do Paraná é assassinado; professor confessou crime

Por Metro Jornal

Um diretor da UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná) foi morto na noite de quinta-feira (20) em Cornélio Procópio, interior paranaense. Sérgio Roberto Ferreira teria sido assassinado por um professor da instituição, que confessou o crime.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso em Teodoro Sampaio, interior de São Paulo. Funcionários alegaram que ele tinha um histórico de problemas comportamentais. Na casa do detido, foi apreendida uma machadinha.

Leia mais:
Posse de Bolsonaro terá quase 3 mil agentes de segurança
Aeroporto de Confins opera normalmente após 21 horas de pista interditada

A família da vítima relatou no boletim de ocorrência que Ferreira estava em sua casa quando recebeu a ligação de um professor da universidade pedindo para conversar. Ele foi agredido na cabeça e não resistiu aos ferimentos após ser levado a um hospital.

Junto com a vítima, funcionários da instituição encontraram uma advertência escrita que estava endereçada ao professor suspeito.

A UENP declarou luto de três dias e lamentou a morte do diretor. “A universidade presta condolências à família e amigos do professor.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo