Aécio Neves é alvo de mais uma operação da Polícia Federal

Por Metro Jornal com BandNews FM

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (20), a segunda fase da Operação Ross, que tem como objetivo investigar o recebimento de vantagens indevidas pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG).

O tucano é suspeito de recebimento de propina da J&F, grande grupo empresarial do ramo frigorifico, entre os anos de 2014 e 2017.

Leia mais:
MPE quer inegibilidade de Luiz Marinho por propaganda indevida
MP pede cassação da chapa do prefeito José Auricchio Júnior, de São Caetano

Aécio teria comprado, por R$ 15 milhões, apoio do partido Solidariedade, com ajuda de empresários – com doações de campanha e caixa 2.

A PF cumpre mandados de busca e apreensão em endereços ligados à família do senador.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo