Carros chegam a ocupar 413 mil vagas de rua ao mesmo tempo em São Paulo

Por Luccas Balacci – Metro Jornal São Paulo

Estacionar o carro nas ruas de São Paulo, para muitos, é um desafio. Com uma demanda muito maior que a oferta, é comum que motoristas circulem em um mesmo quarteirão, parem seus veículos longe do local de destino ou ainda cedam aos estacionamentos privados.

De acordo com levantamento da empresa de transporte particular 99 a partir do compilamento de dados da pesquisa Origem e Destino, realizada pelo Metrô de São Paulo, o número de carros estacionados simultaneamente nas ruas da capital paulista chega a 413 mil. O pico acontece das 11h às 12h, horário em que boa parte dos motoristas que deixaram suas casas de manhã já chegaram a seus destinos.

Esta área ocupada – 5,37 milhões de m² – equivale a 110 parques Trianon, área verde localizada na região da avenida Paulista (centro). As regiões que contam com maior número de vagas ocupadas simultaneamente são Vila Mariana (zona sul), Pinheiros (zona oeste) e Itaim Bibi (zona sul).

Outro dado é que 276 mil carros permanecem estacionados nas vagas por ao menos oito horas dentro do horário comercial – 9h às 17h.

O publicitário Daniel Cazes, 40 anos, trabalha na terceira região mais disputada, o Itaim Bibi, e reclama da falta de vagas na rua. “No começo eu até procurava, mas perdia tanto tempo que acabei preferindo gastar com estacionamento.”

A capital tem mais de 8,7 milhões de veículos em circulação, segundo o Detran-SP. Entre eles, mais de 6,1 milhões são carros.

Confira a lista com os bairros com maior número de área ocupada por carros estacionados, tanto no horário de pico quanto no horário comercial, e suas respectivas comparações com a área do parque Trianon.

99 tabela

Fonte: 99 e pesquisa Origem e Destino, do Metrô de São Paulo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo