Vítima baleada por atirador na Catedral de Campinas segue em estado grave

Por BandNews FM

Continua internado em estado grave nesta quarta-feira (12) o idoso, de 84 anos, baleado durante o ataque a tiros dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, no interior paulista. Heleno Severo Alves levou dois tiros, um no tórax e outro no abdômen, passou por cirurgia e segue internado na UTI do Hospital Mario Gatti.

Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, também foi baleada duas vezes, no tórax e na mão, continua hospitalizada, mas não corre risco de morrer. Outros dois feridos já receberam alta.

O crime ocorreu no início da tarde de terça (11). Cinco pessoas morreram – incluindo o atirador, Euler Grandolpho, que cometeu suicídio – e quatro ficaram feridas. A motivação do ataque é investigada.

Leia mais:
Polícia procura motivação por trás de ataque na Catedral de Campinas; local passa por limpeza para missa em memória
João de Deus aparece pela 1ª vez em Abadiânia após denúncias de abuso sexual

No mesmo dia do ataque, a polícia já começou a analisar notebooks, documentos e manuscritos encontrados na casa do assassino em Valinhos, no interior de São Paulo. Os agentes também conversaram com o pai e a irmã do atirador com quem ele morava.

Os familiares disseram que o atirador sofria de depressão e havia tentado sem sucesso o atendimento médico na rede pública. A polícia também quer descobrir como Euler Grandolpho conseguiu comprar duas armas: uma pistola 9mm e um revólver calibre 38.

A Catedral Metropolitana de Campinas será reaberta às 12h e haverá uma missa, às 12h15, em homenagem às vítimas. A igreja passou a noite em limpeza.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo