Professores estaduais reclamam de erro no pagamento do salário

Por Rádio Bandeirantes

Professores da rede de ensino do Estado de São Paulo reclamam de erro no pagamento do salário. É o caso de Sandra Fernanda Santos, que trabalha numa escola na Vila Matilde, na zona leste de São Paulo.

Segundo ela, já são 3 meses sem o depósito correto dos vencimentos – uma diferença de quase R$ 6 mil. Na última 6ª feira, quando o último salário deveria ter caído, a professora só recebeu 19% dos R$ 2 mil esperados.

Leia mais:
Vítima baleada por atirador na Catedral de Campinas segue em estado grave
João de Deus aparece pela 1ª vez em Abadiânia após denúncias de abuso sexual

A Rádio Bandeirantes conversou com outro professor da rede estadual de ensino que vem enfrentando o mesmo problema. Cícero Faustino Ventura dá aula de geografia em Poá, na Grande São Paulo. Ele dá 30 aulas por mês e no holerite de novembro está registrado apenas o pagamento de 17.

Procurada pela Rádio Bandeirantes, a Secretaria Estadual da Educação se pronunciou por meio de nota:

“Em relação ao professor Cícero Faustino Ventura, a Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos informa que foi detectada uma inconsistência que já foi resolvida e o pagamento foi executado. Sobre o caso da professora Sandra Fernanda Santos, já foi feito um pedido de ordem de crédito para que os valores descontados indevidamente sejam repassados para a docente.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo