Delegado diz que policiais tentaram conter atirador em Campinas

Por Metro Jornal Campinas

O delegado do 1º Distrito Policial de Campinas, Hamilton Caviola, disse que alguns policiais militares que faziam a segurança no Centro de Campinas devido ao período de Natal tentaram conter o atirador. Segundo ele, ao ouvirem os tiros dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, os PMs entraram na igreja e atiraram contra o homem – que estava sem documentos de identificação.

Quatro pessoas foram assassinadas pelo atirador. Segundo o delegado, o homem foi atingido pelos policiais. Mas ele também teria atirado contra a sua própria cabeça. No total, foram cinco mortes – quatro homens e uma mulher.

LEIA TAMBÉM:
AO VIVO: acompanhe cobertura do ataque em Campinas
Ataque em catedral de Campinas deixa cinco mortos e quatro feridos

“Eles ouviram os tiros e entraram na igreja. Ao ver o homem atirando, também atiraram contra ele. Se eles não tivessem feito isso, teríamos mais vítimas”, disse Caviola. O atirador tinha duas armas – uma pistola 380 e um revólver 38.

Além dos cinco mortos, quatro pessoas foram feridas – duas em estado grave. Os feridos foram levados para três hospitais da cidade – HC da Unicamp, Hospital Mário Gatti e Hospital Beneficência Portuguesa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo