Crediário e cartão de crédito são os 'grandes vilões' da inadimplência no país

Por Metro Jornal

O crediário e o cartão de crédito são os principais responsáveis pelo “nome sujo” no Brasil, conforme estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Segundo a pesquisa, o crediário representa 65% das negativações de CPF no país; já o cartão de crédito foi citado por 63% dos participantes; em terceiro lugar, está o empréstimo pessoal, que aparece dentre os grandes vilões da inadimplência com 61%.

Há ainda outras dívidas que levam à negativação do nome. O levantamento destaca: crédito consignado (60%), cheque especial (57%), financiamento de automóvel (45%), mensalidades escolares (26%), conta de telefone (20%), boletos de TV por assinatura e internet (18%) e conta de água e luz (11%).

Leia mais:
Radares de SP não entram no horário de verão e motoristas são multados por erro
São Bernardo divulga datas para pagamento do IPTU; veja reajuste

Isso significa que um mesmo consumidor pode ter – e tem – mais de um tipo de dívida.

E quando falta dinheiro?
A série de dívidas que os brasileiros assumiram obriga que os inadimplentes definam prioridades. Na hora de pagar, a prioridade das contas é o plano de saúde (89%); em seguida, vem o boleto de condomínio (86%); o aluguel aparece em terceiro lugar. Outras dívidas que integram a lista das prioridades são: conta de água e luz (79%), TV por assinatura e internet (75%), conta de telefone fixo e celular (65%) e mensalidade escolar (58%).

Metodologia
A pesquisa foi feita de maneira “aberta”, com a opção de escolha de mais de uma dívida. Foram ouvidos 609 consumidores com contas em atraso há mais de 90 dias. A margem de erro é de 3,97 pontos percentuais.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo