PF faz operação contra golpistas que se passavam por delegados em SP

Por Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou hoje (28) a terceira fase da operação Impostura, que combate criminosos que se passavam por autoridades da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. São cumpridos, na capital paulista, cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão.

A partir dos mandados expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo, foi desarticulada quadrilha especializada na falsificação de documentos voltados à obtenção de vantagens indevidas. Os criminosos fingiam ser delegados federais e procuradores da República.

Os documentos falsos tinham o brasão da República e eram usados no pedido de contribuições financeiras que chegavam a movimentar R$ 2 milhões. Os presos são temporariamente recolhidos para as unidades da Polícia Federal. As penas previstas, em caso de condenação, poderão alcançar de cinco a 15 anos.

A Polícia Federal deflagrou hoje (28) a terceira fase da operação Impostura, que combate criminosos que se passavam por autoridades da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. São cumpridos, na capital paulista, cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão.

A partir dos mandados expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo, foi desarticulada quadrilha especializada na falsificação de documentos voltados à obtenção de vantagens indevidas. Os criminosos fingiam ser delegados federais e procuradores da república.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo